segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Memórias da Senhora Conceição

Eram assim os tempos: aprendia-se na escola e ficava para a vida. A Senhor Dona Maria ensinou tudo às meninas de Rebordainhos que, hoje, sendo a geração dos mais velhos, ainda reproduzem, de cabeça, aquilo que aprenderam. Eis a senhora Conceição que, sem errar uma letra, disse de cabo a rabo cada um dos três poemas que, a seguir, se transcrevem.

Disse, não. Declamou! Eu não estava lá, não ouvi, mas olhando para as fotografias percebe-se bem com que entrega e alegria ela o fez. É assim mesmo, senhora Conceição. Bem-haja por isso e por muitas outras coisas.

Fátima Stocker


OS CASTANHEIROS


Que lindos Outeiros
Ao longe a Montanha
Que bons castanheiros
Que bela castanha

Por entre os arbustos
Do souto já velho
Fumega o magusto
Há lume vermelho

A gente da aldeia
De roda à porfia
Cantando semeia
Canções de alegria

Que vida tamanha
Por estes Outeiros
Que bela castanha
Que bons castanheiros



O CARVALHO ESBURACADO

Caem folhas de uma a uma
Na relva verde do prado
São folhas dos castanheiros
Do choupo e dos sobreiros
Do carvalho esburacado

As folhas amarelinhas
Vão caindo, vão caindo
Parece o choro das plantas
Martirizadas e santas
Pelo sol que vai fugindo

A planta fica despida
Fica triste, fica nua
Assemelha-se a um pobrinho
Sem amparo, sem carinho
Como estes que andam na rua

Pobre planta sem folhinhas
A tremer, a tiritar,
É como um bebé sem lar
Para aquecer as mãozinhas.



CASEBRE DOIRADO

Vivo além no meu casebre
Onde há cheiro a rosmaninho
Onde nasceram meus pais
E os rouxinóis fazem o ninho

Foi lá que aprendi a rir
A cantar, a trabalhar
Saio sempre entre cantigas
E volto sempre a cantar

Dizem que no meu casebre
Tudo aparenta a pobreza
Não me importo do que eles dizem
Se para mim tudo é riqueza

Eu não troco o meu casebre
Por um palácio doirado
Que não cheira a rosmaninho
Nem tem ninhos no telhado

Fotografias da Céu Fernandes

____

Nota: o poema dos castanheiros (a que acrescentam refrão) integra o cancioneiro do Rancho Folclórico de S. Tiago, de Mirandela. Quem quiser ver a página desse rancho, pode clicar sobre o sublinhado

9 comentários:

Fátima disse...

Sr.ª Conceição

Muito obrigada por esta boa memória e por saber dizer tão bem!

Um beijo muito grande

J. Stocker disse...

Para a Sr.ª Conceição aqui vai um abraço muito especial com muita estima e consideração.
Penso seria muito interessante gravarem-se os versos.

Augusta disse...

Até parece que consigo ouvir a tia Conceição. Que bom é termos na nossa comunidade estas enciclopédias vivas! Necessário é dar-lhes o valor que merecem.
Obrigada, tia Conceição, e obrigada a quem fez a recolha. (imagino que foi a Céu, não?)
Beijos
Augusta

céu disse...

Augusta

Sim, fui eu que fiz a recolha. Não imaginas o entusiasmo e o orgulho com que ela o fez.
Conta muitas coisas desse tempo de escola. Por exemplo, que ia às escondidas à escola, desenhava tão bem, que a Dª. Maria até mostrava os desenhos à Dª. Graça.
Um dia, em conversa com ela, disse-lhe: A Mãe se tivesse estudado, hoje era engenheira! Respondeu prontamente: Não, era arquitecta!!!!
E tem muito mais.....
Beijos
Céu

Augusta disse...

Então já sabes: há que continuar com a recolha.
Beijos para ti e para ela
Augusta

Olímpia disse...

Que bonitos versos, tia Conceição!E que boa memória!Bem haja.
Parabéns à Céu, não só pela recolha oportuna(estamos no Outono, época da castanha...)como também por todo o trabalho que tem dedicado à associação e a este blog.
Obrigada
Olímpia

António disse...

Parabéns, moça! Estás uma poetisa de mão cheia e tens uma memória bem melhor do que a minha.
Além do mais, estás bem parecida com a nossa avó Tonha que também sabia bem de histórias e lenga-lengas que eu não soube aproveitar enquanto podia.
Manda mais, que eu estou a fazer uma recolha.
Um abraço

Anónimo disse...

António,
A minha Mãe agradece o teu comentário e prontificou-se a mandar mais.
Soube-me dizer que as "papoilas" era ela que as declamava, a "casinha branca" a tia Angélica,
os "rapazes de Rebordainhos" é que já não se lembrava.
Prometo fazer a recolha para postar aqui.
Beijinhos
Céu

ceu disse...

Este anónimo foi engano
Céu