segunda-feira, 14 de julho de 2008

História de vida

Na ronda habitual pelos blogues da região descobri uma história de vida, que, apesar do tempo já decorrido, merece ser do conhecimento de Rebordaínhos.


100 anos em Salselas


é com alguma alegria, mas tambem com todo o pesar que informo todos os nossos leitores da seguinte noticia:

>no passado dia 23 de dezembro de 2006 a "ti ana" mais conhecida pela "baiona" , fez a módica e linda idade de 1oo primaveras, teve direito a festa e tudo, inclusive noticia no jornal. toda a familia se reuniu junto da sua patriarca, comemorando tão bela idade, muitos foram os que a visitaram e desejaram muita saude e felicidade naquele dia singular...

>no entanto a ti ana tomou o caminho do senhor na passada quarta-feira, dia 3 de janeiro de 2007, faleceu após ter efectuado a sua primeira visita a um hospital, por motivos de saude, 100 anos sem necessidade de consultar um médico ... é digno de louvor...

à ti ana desejamos o ceu... à familia apresentamos as nossas condolências pela perda.

preferiamos não dar este tipo de noticias mas... todos tem o direito à informação.

com o nosso pezar...
cpf
http://salselas.blogspot.com/

aqui fika no entanto a noticia do semanario Transmontano

"...Salselas festeja centenário de residente

Festa terá lugar no salão do Museu Rural da aldeia

Ana Maria apaga amanhã, em Salselas, as 100 velas alusivas ao seu aniversário. E como a população da aldeia não quer ficar alheia à efeméride, vai festejar o acontecimento, no salão de festas do Museu Rural da aldeia.
A centenária é natural de Rebordaínhos, no concelho de Bragança, mas foi em Salselas que viveu a maior parte da sua vida. Como não chegou a conhecer os pais, que, tal como muitos dos seus contemporâneos não resistiram ao surto de pneumónica, denominada “bailarina”, que assolou o país no início do século XX, foi adoptada, era ainda bebé, pelos tios que viviam na aldeia de Passô, pertencente à freguesia de Sortes, igualmente do concelho de Bragança. Naquela terra, conheceu o homem com quem viria a casar. Saltimbanco como todos os ferroviários do seu tempo, o marido também andou durante bastante tempo com a trouxa às costas. Foi nessa situação que Ana Maria o conheceu.
Depois de lhe ter sido concedida pela CP a transferência, o marido fixou residência em Salselas e Ana Maria acompanhou-o, tinha então 26 anos. Daí até agora, a centenária não conheceu outra morada. Passou muitos sacrifícios para criar cinco dos sete filhos que deu à luz. Dois faleceram ainda crianças e outros dois faleceram já adultos. Três ainda são vivos. Hoje, e desde há uns tempos a esta parte, a sua vida é passada em casa, ou à porta da mesma, quando o tempo o permite. Nos últimos dias não tem saído da cama, devido a uma pequena má disposição, mas quando estiver melhor não deixará de ir sentar-se junto à lareira e, quando o tempo melhorar, de ir sentar-se ao sol. O que não poderá fazer, certamente, é ir amanhã à festa que lhe está a ser preparada no salão do Museu Rural. Alguém se encarregará, no entanto, de levar à casa da filha com quem vive o bolo para a Ana Maria apagar as 100 velas alusivas ao seu aniversário."

Data de Publicação: 21/12/2006

Recebi entretanto um mail do seu neto, Sr. Joaquim Gonçalves, que nos facultou mais alguns dados que eu havia solicitado num comentário que deixei no blog de Salselas e que aqui transcrevo:


Ana Maria do Nascimento
Nasceu a 23 Dezembro de 1906 os pais falceram era ela ainda uma bebe de colo. vitimados pela epidemia de febre tifoide que alastrou pelo País na época.
Foi criada pelos tios/padrinhos, viveu em rebordainhos até á idade de casar.Casou com Abraão dos Santos, natural de Salselas, nascido no ano de 1905, indo viver para Salselas até á data da sua partida para DEUS. (Faleceu a 03 janeiro de 2007 ) quinze dias após o seu centesimo aniversário .
Seu pai chamava-se Anibal do Nascimento o nome de sua mãe de momento não me ocorre, mas sua filha mais velha, que é a minha mãe sabe o seu nome.
Eu sou um dos seus netos, o meu nome é Joaquim Gonçalves.



O blog da Associação Social e Cultural e Recreativa de Rebordaínhos, agradece ao Sr. Joaquim Gonçalve e ao Blog de Salselas a colaboração prestada.

3 comentários:

Fátima disse...

João

Gosto muito do aspercto gráfico que deste ao blog: página larga e tons neutros.

Agora, há mais este para acompanhar: e há já informação importante para ler.

Parabéns, também, aos membros da direcção da Associação que, em boa hora, estão a saber tanger para a frente.

Anónimo disse...

Fátima

Obrigado.

A experiência, agora é maior do que era em Fevereiro, quando começei o de Rebordaínhos

João Stocker

comunidade electrónica de salselas disse...

A Ti Ana foi uma figura marcante em Salselas, pelo em nome de todos os Salselenses, muito prezamos a publicação da nossa noticia no v/ Blog, deixamos um grande abraço para todos.
cumprimentos
carlos pinto ferreira